Abertura da 35ª Reunião Anual contou com conferência do professor José de Souza Martins (USP)

Foi aberta oficialmente ontem, 21 de outubro, a 35ª Reunião Anual da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPEd). A cerimônia de abertura contou a presença de mais de mil e quinhentas pessoas no auditório do Centro de Convenções do hotel Armação, em Porto de Galinhas.

                No início do evento, alunos de escolas públicas de Pernambuco apresentaram um repertório de releituras do cancioneiro brasileiro, de Luís Gonzaga a Milton Nascimento. O Hino Nacional também foi interpretado de forma original, com instrumentos de percussão e guitarra ditando diferentes ritmos para o protocolo, o que envolveu a plateia.  

A mesa da cerimônia recebeu a diretoria da ANPEd, reitores de universidades de Pernambuco e outras autoridades. Em cada uma das falas, reforçava-se a importância do evento para a defesa da área de Educação. Em seu discurso, a presidente da Associação, Dalila Andrade Oliveira, expos o contexto em que é realizado o encontro, num momento ímpar pelo o qual passa a Educação, com discussões como o PNE, que prevê 10% do PIB para a Educação para os próximos dez anos.

Para dar as boas vindas aos associados, a presidente da ANPEd recorreu no início e no final de sua fala ao educador pernambucano Paulo Freire, que ensinou que “não é no silêncio que os homens se fazem, mas na palavra, no trabalho, na ação-reflexão”.

A conferência de abertura da 35ª RA ficou a cargo do professor José de Souza Martins. O professor da USP levou os presentes às gargalhadas com divertidos casos, mas também a importantes reflexões sobre o papel do educador e das políticas educacionais. Com o tema “A Educação na Sociedade da Incerteza”, encerrou sua fala sentenciando: “num mundo de incertezas, o professor é o único que pode trazer a certeza do compromisso com a educação e com a verdade”.

 

Leia Também

Institucional

Institucional

Institucional

Institucional

Institucional

Institucional