Revista Brasileira de Educação Básica encerra 2018 com nova edição

Revista Brasileira de Educação Básica chega ao final de mais um ano. Nesta ediçãoapresentamos dez textos entre artigos e relatos de experiência dos professores da Educação Básica, professores e estudantes de cursos de licenciatura e pesquisadores em educação.

Nesta última edição de 2018 destacamos as análises feitas sobre livros didáticos apresentadas nos artigos A linguagem nos livros didáticos de matemática, de Jurama Maia e Airton Carrião, e Abordagem CTSA nos livros de química do PNLD 2015 escrito a cinco mãos por Pedro Silva, Railton Andrade, Gilberlandio da Silva, Francisco Filho e Jacqueline Costa. Os dois artigos demonstram a importância da mediação do professor com os conteúdos apresentados no livro didático ainda que em muitos contextos o livro didático tenha um papel central.

Outros dois textos apresentam levantamentos bibliográficos. Maycon Miliorini e Ana Paula Brasil no artigo Homossexualidade na educação: perspectiva docente analisaram, a partir de levantamento bibliográfico, a percepção dos docentes sobre a homossexualidade na Educação Básica. Já o Professor de Educação Física Glauber Custódio, apresenta uma revisão da produção de diferentes estudos sobre a temática da inclusão na Educação Física escolar no artigo Público alvo da educação especial na educação física escolar: algumas considerações.

Daniela Moura Queiroz em seu artigo Educação como direito fundamental de natureza social analisa e apresenta uma reflexão da obra “O contrato social” de Rousseau, as diversas formas de regulamentação do direito à educação em nosso ordenamento jurídico. Também ancorado em uma análise é o artigo da professora da rede estadual de educação da Bahia Cintia Luz. No artigo Vamos falar de história da educação nas escolas?, Cíntia Luz propõe que a História da Educação possa ser utilizada para a manutenção da memória escolar através do uso de fontes escritas, orais e iconográficas.

Por fim destacamos os quatro textos que apresentam experiências desenvolvidas por professores em escolas e salas de aula, e projetos voltados para a formação docente em universidades. É o caso do artigo Jogos matemáticos: estratégia à aprendizagem significativa em escola pública na cidade do Natal, de Heriberto Bezerra, estudante de mestrado e José Mateus do Nascimento, professor da UFRN. Eles investigaram os benefícios da utilização de jogos à aprendizagem Matemática. O projeto Seu coração já disparou hoje? desenvolvido pelas bolsistas Angélica Tarouco e Aline Maia, juntamente com a supervisora Maria Alice Acosta e a coordenadora Crisna Bierhalz é o tema central do artigo no qual elas apresentam através de diferentes práticas a importância da utilização de múltiplos recursos que possibilitam a interação e a relação do conteúdo com situações do cotidiano.

O artigo Protagonismo juvenil: a física que promove uma ação a favor da saúde visual de Reginaldo Borges e Hamilton Corrêa apresenta o trabalho realizado com educandos do Ensino Médio, sobre reflexões teóricas de conceitos ligados à visão e suas anomalias. Assim também é o artigo que as professoras Carina Martins e Angélica Calvacanti apresentam. No artigo Aproximações interdisciplinares: projeto sobre a Copa do Mundo da Rússia relatam a experiência de conhecer a Rússia, através de pesquisas individuais e coletivas e de atividades em sala de aula, suas particularidades culturais, sociais e históricas, além de análises geográficas sobre este distante país.

Além dos artigos, a edição traz o vídeo Escolas e Identidades, segundo episódio da série O pão nosso de cada dia. Angélica Ferreira, professora do Ensino Médio na escola Estadual
Lafaiete Gonçalves em Santa Luzia, Minas Gerais. levanta questões acerca de si, de seu lugar de origem, das construções de identidades dentro e fora da escola e dos desafios encontrados em seus primeiros anos de docência na Educação Básica.

Por mais um ano, a Revista Brasileira de Educação Básica vem enfrentando o desafio de comunicar as experiências, projetos, análises e reflexões dos professores das inúmeras escolas brasileiras. A valorização do trabalho realizado pelos professores, a comunicação de suas práticas e da mediação que exercem em sala de aula entre alunos e os conteúdo é a central na prática de uma educação democrática e diversa.
 
Uma boa leitura! 

A RBEB é um periódico eletrônico, trimestral de acesso livre, que tem o propósito de promover o reconhecimento da autoria de professoras e professores da escola básica, a divulgação de boas práticas e de pesquisa relacionadas à educação básica.

Leia Também

Posicionamentos da ANPEd

Educação

Posicionamentos da ANPEd

Educação

Posicionamentos da ANPEd

Educação

Educação