Live ANPEd Presente na Quarentena debate nesta quarta (10) Educação e Relações Étnico-raciais no contexto da pandemia

O projeto Live ANPEd Presente na Quarentena terá como convidados na próxima quarta, 10 de junho, Eugenia Portela (UFMS|coordenadora GT 21) e José Eustáquio de Brito (UEMG), contando com mediação de Paulo Vinicius Baptista da Silva (UFPR), Segundo Secretário da Associação. O tema da live será “Educação e Relações Étnico-raciais no contexto da pandemia”, com tradução simultânea de libras para surdos conduzida pelo intérprete/tradutor Tiago Batista (professor da Unirio e integrante do projeto Surdos da UFRJ) e Etiene Abreu (professora da Unirio e professora da rede municipal de Duque de Caxias).

A transmissão acontece pelo Facebook canal de Youtube da ANPEd simultaneamente.

O projeto Live ANPEd Presente na Quarentena estreou no dia 15 de março, promovendo semanalmente, toda quarta-feira às 16h, importantes debates sobre educação no contexto da pandemia. Clique aqui e acesse todos os vídeos das transmissões.

 

-

Eugenia Portela é Doutora em Educação/ UFSCar (2010). Atualmente é Docente na Faculdade de Educação da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Integra o corpo docente da Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) e da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. É membro da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Educação (ANPED) e Associação Brasileira de Pesquisadores Negros (ABPN). Coordenadora do GT 21 da (ANPED) - Educação e Relações étnico-raciais (2018-2020). Líder do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Educação, Relações étnico-raciais e Formação de professores - GEPRAFE. Desenvolve e orienta pesquisas nas seguintes temáticas: Educação para as relações étnico-raciais e currículo; Formação de professores e diversidade étnico-racial; Políticas afirmativas e identidade negra; Comissões de heteroidentificação.

José Eustáquio de Brito é Doutor em Educação. Professor da Faculdade de Educação da Universidade do Estado de Minas Gerais(UEMG). Integra o Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Educação e Relações Étnico-raciais da UEMG. Membro da Associação Brasileira de Pesquisadores Negros.Ocupou o cargo de vice-reitor da UEMG na gestão 2014-2018.

Paulo Vinicius Baptista da Silva é Doutor em Psicologia Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2005), Pós-Doutorado em Análise Crítica do Discurso na Universidade Pompeu Fabra (Barcelona, 2014). Tem larga experiência em pesquisas em rede, com atuação como pesquisador ou como coordenador em projetos regionais nacionais (entre os quais Educação e relações ético-raciais: o Estado da Arte, 2015-2018) e internacionais (entre os quais Racismo e Discurso na América Latina, 2005-2010).Tem também experiência na gestão de ciência e tecnologia, foi coordenador do DINTER PPGE-UFPR/UFAC (2017-2018), foi Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Educação (2011-2012), coordenador do GT Educação e Relações Raciais da ANPED (2010-2011), vice-coordenador do mesmo GT (2008-2009; 2012-2013), representante da Região Sul na Diretoria da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN - 2010-2012), é coordenador do Projeto de Internacionalização da UFPR "Relações de Poder, Assimetrias e Direitos Humanos" no CAPES-PRINT. É fundador e editor da Journal of African and Afro-Brazilian Studies; foi da equipe de editores da revista da ABPN (2017-2018) e foi Editor da Educar em Revista (2009-2011), período no qual a revista ascendeu para a classificação como A1 na avaliação Qualis da CAPES. Atualmente é bolsista produtividade 2 do CNPQ, atua no Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE-UFPR) e Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (NEAB-UFPR). Tem experiência na área de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: relações raciais, racismo, políticas afirmativas, construção social da infância, políticas para a infância. ORCID 0000-0001-9207-2439

Leia Também

Educação

Institucional

Educação

Institucional